podcast do pinguim

Podcast do Pinguim: o Ingrediente Secreto dos Mestres

Não podemos deixar de nos impressionar pelos famosos “superlativos” do mundo. A pessoa mais rica do mundo. O homem mais rápido. O melhor jogador. A pessoa mais inteligente. São fontes de inspiração que podemos nos espelhar para conseguir alcançar nossos objetivos ao longo do prazo.

Tais inspirações, porém, frequentemente não nos revelam o outro lado da moeda: o processo de como tais indivíduos conseguiram chegar até tais patamares de excelência em uma certa habilidade. Muitos os enxergam apenas como uma mágica que de repente conseguiram chegar até lá.

A verdade, porém, é que todos estes mestres conseguiram desenvolver suas habilidades partindo de um ponto comum: a prática aplicada intensamente. Intensidade e dedicação aplicadas e repetidas constantemente. Esta é a arma secreta dos mestres. Nas palavras do coach Jim Rohn: “repetição é a mãe de toda habilidade.”

Veja neste episódio como isto se aplica no nosso “mundo real” das finanças e habilidades pessoais, e como você também pode se aferir o nível de mestre.

Continuar lendo “Podcast do Pinguim: o Ingrediente Secreto dos Mestres”

Ninguém se importa com o que você faz – e por isso, você é livre

Aqui está uma realização poderosíssima, e que poderá libertar você de quase toda a sua ansiedade: independente do que você acredite e se preocupe, na verdade, ninguém se importa com o que você escolhe fazer ou não.

Releia a frase anterior. Pronto? Releia mais uma vez. Tem certeza que você entendeu tudo o que ela significa? Então ótimo, pode fechar esta página e começar tudo aquilo que você se inibiu de fazer antes por medo do julgamento alheio. Você está livre. Vá!

Ainda por aqui? Excelente, então acho que posso elaborar um pouco mais sobre o significado desta realização nas nossas vidas.

Desde criança, aprendemos sobre o valor que aceitação coletiva possui em nossas vidas. Queremos satisfazer nossos pais sendo bons filhos, nos comportando bem, fazendo nossas tarefas e mostrando nossas conquistas da escola. Olha o que eu fiz hoje, a minha nota da prova, os resultado do jogo. Colhemos a atenção e os elogios como fonte de prazer. Mesma coisa com os nossos coleguinhas de sala, queremos pertencer ao grupo colhendo aceitação e um senso de identidade fora de nós, e predicado naquilo que os outros pensam de nós.

Dizer que isto não persiste após a adolescência é uma mentira. Como adultos, continuamos vivendo a vida olhando sempre para trás e para os lados, procurando aprovação alheia e fugindo daquilo que seria “mau-visto” pela maioria. E ao passo que muitos pensam que não há problema com isso, e que vivem simplesmente uma vida “normal,” a realidade é que silenciosamente esta forma de pensar pode estar limitando o seu potencial da pior forma possível: internamente.

Preciso fazer isso porque todo mundo no escritório está fazendo. Tenho que comer naquele restaurante caro porque é onde todo mundo também vai. Tenho que comprar um carro e uma casa, essa é a forma que posso mostrar para todos que ganhei na vida. Estas roupas não são dignas de uma pessoa do meu novo círculo social.

Realizar que o julgamento alheio é um medo irracional e que, na verdade, são pouquíssimas as pessoas que se importam com aquilo que você faz, é libertador. Esta forma de pensar é necessária para obter a vitória num âmbito como o FIRE, mas seus benefícios se transpõem além do que simplesmente as finanças.

Vejamos o poder que existe por trás desta filosofia neste post.

Continuar lendo “Ninguém se importa com o que você faz – e por isso, você é livre”

Você não precisa ser especial em tudo para vencer

“Três meses atrás, eu estava pobre e endividado. Hoje, tenho mais de um milhão de dólares e renda passiva constante graças a meus negócios online que desenvolvi com esta técnica especial, que vou compartilhar com você neste curso exclusivo!” – Algum influencer no YouTube.

Bilionários, campeões mundiais, recordistas olímpicos, experts do assunto, superlativos, número 1 de alguma coisa. Você já ouviu falar nestas pessoas ou, se procura se desenvolver com frequência, provavelmente pesquisa suas histórias regularmente. E enquanto elas podem ser um tanto inspiradoras para espelharmos nossos objetivos, se dependermos apenas desta parte da literatura para nos mentorar, acabaremos com expectativas surrealmente altas sobre o que é necessário para ter sucesso – o que é uma receita fácil para a decepção.

Ao passo que para alcançar o sucesso é necessário, sim, estar fora do conceito da média, há um desentendimento que surge quanto ao requerimentos de fato que compõem o sucesso. Tais desentendimentos são aumentados ainda mais por conta da nossa exposição constante às tais “histórias de sucesso” e outras imagens expostas de casos extraordinários de sucesso que são passadas como a única forma de suceder na vida.

Em primeiro lugar, as histórias destes superlativos são exceções dentre as exceções, e sua existência ao longo de diversas outras não tão destacadas significa que não são a única forma de se “ganhar o jogo.” Outro desentendimento é sobre o que significa ter sucesso em si. E é importante frisar o lugar destes superlativos no conceito de sucesso, pois do contrário, estaremos caindo num outro jogo nada relacionado ao nosso próprio planejamento: o do marketing.

Continuar lendo “Você não precisa ser especial em tudo para vencer”

Como chegar ao TOP 5 de qualquer coisa?

Todos queremos alcançar o topo de alguma coisa na vida. Ser um dos melhores em alguma coisa é um requerimento fixo para qualquer forma de sucesso. Pertencer à média não lhe pagará o sucesso devido. Porém, a maioria das pessoas se desencoraja e prefere não seguir este caminho justamente por conta do trabalho necessário para atingir este desejado patamar.

A verdade, porém, é que atingir o sucesso não precisa ser uma coisa extremamente trabalhosa. Isso é porque o sucesso largamente depende da sua percepção e do grau de engajamento da sua competição. É difícil, por exemplo, se tornar o melhor jogador de futebol do mundo por conta da enorme competição, engajadíssima para tomar esta posição. Porém, obter sucesso em algum outro âmbito pessoal ou menos procurado pode ser surpreendentemente simples. A regra que existe aqui é simples: para atingir o TOP 5%, você precisa fazer mais que os outros 95%.

O segredo? Escolher qual o âmbito do TOP 5% que você deseja se tornar. TOP 5% de horas de TV assistidas? TOP 5% em horas de sono? TOP 5% de procrastinação? Ao tomar atitudes pequenas mas poderosas (como hábitos), você irá se afastar destes âmbitos danificantes, e se aproximará de outros mais construtivos. Que tal TOP 5% de salário economizado? TOP 5% de maiores aportes mensais? De horas exercitadas durante a semana? É na prática dos objetivos certos que você consegue atingir a excelência.

Veja neste episódio como você pode escolher e tornar o jogo ganhável para o seu lado.

Continuar lendo “Como chegar ao TOP 5 de qualquer coisa?”

Como começar a usar o Linux plantou a semente do meu sucesso

Em 2010, estava voltando da faculdade para o meu quarto quando notei que meu computador estava agindo de forma estranha. A tela estava acizentada e nada que eu fizesse conseguia tirá-lo daquele estado. Tentei utilizar a solução prática e resetá-lo, mas ele nunca mais acordou. Tive que levá-lo ao suporte técnico do campus, e, como resultado, ficaria sem um computador por alguns dias.

Ficaria, pois eis que surge o meu amigo que cursava ciências da computação e me fez uma oferta que me transformou a vida.

Não tem problema, Pinguim, se você quiser, eu empresto o meu laptop secundário pra você. Mas ele roda Linux. Pode ser?

Escolhi o Linux mais por receio de não ter um computador por alguns dias, mas não pude deixar de pensar: não é aquela coisa de nerds e hackers de computador? Será que vou conseguir usar? Algumas semanas depois, o Linux se tornou o meu sistema operacional primário, e com ele, um valor importantíssimo se instalou na minha vida.

Na hora, não havia percebido isso como pertinente, mas hoje, olhando para trás, posso ver como foi importante realizar esta decisão na minha vida. E ao passo que várias melhorias – inclusive financeiras – surgiram em questão de começar a utilizar o Linux, marco um bom hábito em especial como a origem de tudo: o mindset do autodidata.

Continuar lendo “Como começar a usar o Linux plantou a semente do meu sucesso”

O medo de perder te impede de ganhar

Uma das lições mais importantes e duradouras que aprendi no desenvolvimento pessoal foi quanto à utilidade dos nossos erros e perdas. A vida é feita de erros, e você simplesmente não tem controle sobre isso.

Resta, então, a sua decisão entre encará-los como portas fechadas e fim do caminho, ou como oportunidades para aprender, se reinventar e tentar melhor novamente. O que é possível aprender com os seus erros? Quais são os problemas que surgem de uma vida onde o medo da dor do erro é maior que a vontade de suceder?

Veja neste vídeo como uma visão limitante dos nossos erros diários podem ser o fim da sua oportunidade para crescer.

Continuar lendo “O medo de perder te impede de ganhar”

Repetição é a mãe de toda a habilidade

Existe uma frase do coach empresarial e palestrante Jim Rohn que afirma o seguinte: a repetição é a mãe de toda a habilidade.

Esta única frase sumariza tudo o que precisamos para obter excelência em qualquer área se simplesmente nos armarmos com mais um outro conceito: mindset de crescimento. Se você acredita que você nasceu com tudo o que poderia possuir, e não pode adquirir mais nada, você possui um mindset fixo, e que não irá crescer.

Por outro lado, se você acredita que tudo o que você precisa para suceder na vida pode ser aprendido com esforço – você possui o mindset de crescimento. É importante cultivarmos esta forma de pensar pois ela nos permite explorar, tentar e aprender com nossos erros – que são a única forma que temos para conseguir nos aperfeiçoar.

Descubra outras implicações do mindset de crescimento e da poder da repetição neste vídeo.

Continuar lendo “Repetição é a mãe de toda a habilidade”