Qual é o papel do hedging nos investimentos? Você deve se preocupar com isso?

Durante tempos de crise e oscilações negativas da bolsa, fala-se muito no termo hedging, e como os grandes investidores e gestores de fundos o utilizam para “proteger” seus patrimônios. Na sua simplicidade, um hedging nada mais é do que algum ativo que se valoriza com a desvalorização de outro da carteira, tornando assim um contrapeso na carteira de investimentos.

Na prática, porém, acredito que não vale a pena fazer hedging na carteira do pequeno investidor individual (i.e. menos de alguns milhões de patrimônio), pois os resultados são mínimos (pouca alavancagem), e o foco é diferente – o pequeno investidor busca acumular patrimônio, o grande proteger seu patrimônio.

Neste vídeo, explico como o hedging funciona e qual é, na minha opinião, a alternativa melhor a ele que o pequeno investidor deveria seguir.

Continuar lendo “Qual é o papel do hedging nos investimentos? Você deve se preocupar com isso?”

Hedging: as vezes, a melhor defesa é o ataque

Em tempos de crise como o atual, fala-se muito sobre o conceito de Hedging nas carteiras dos grandes fundos de investimento, e como é possível fazer que as perdas das quedas da bolsa sejan limitadas aplicando certas técnicas. Estas provam que por conta de fatores históricos e correlações estatísticas, certos investimentos conseguem subir ou se manter embora a queda generalizada da bolsa.

As notícias também citam que os grandes investidores como Ray Dalio estão com suas carteiras protegidas através de investimentos em ouro – mas só se menciona este fato durante os tempos de crise, e nunca durante os tempos de bonança.

E assim, muitos pequenos investidores e iniciantes se questionam, lamentando a “perda de oportunidade” para ter preparado seus portfólios. Eles querem tentar se planejar definitivamente, procurando novamente quais são os melhores hedges que dariam um boost em seus investimentos.

Ao passo que técnicas de hedging são importantes para gestão de grandes fundos de investimentos, eu acredito que o investidor individual iniciante estará se precipitando em tentar incluir tais instrumentos numa carteira relativamente pequena, e cujo objetivo principal é o crescimento. Hedging, como instrumento de defesa de uma carteira, é importante para o investidor individual durante tempos que requerem mais estabilidade e confiabilidade em carteiras maduras, como para aqueles que precisam viver dos seus proventos.

Falarei mais sobre a minha opinião sobre Hedging, e porque acredito não ser tão importante para o investidor iniciante neste post.

Continuar lendo “Hedging: as vezes, a melhor defesa é o ataque”