A importância de começar

Quando se trata de aprendizado e desenvolvimento de alguma habilidade, há um passo mais importante do que fazer um planejamento perfeito ou ter as metas mais ambiciosas com o plano de ação mais perfeito. Este passo é justamente o ato de começar. Começar um novo projeto, começar a aprender alguma nova habilidade, tomar novos hábitos e recomeçar a vida; para tudo, existe aquele primeiro passo crucial, o começo que origina tudo.

Infelizmente, o simples ato de começar geralmente se torna muito mais complexo que deveria ser por conta dos nossos próprios pensamentos nos enganando e nos desencorajando. Começamos a pensar naquilo que pode dar errado e assim sabotamos os nossos próprios planos, adiando as datas de início e algumas vezes nunca vendo o projeto sair do papel. Isso não pode acontecer.

Recentemente, assisti um vídeo do YouTuber Jeff Rose, que já referenciei no blog em alguns posts anteriores, que aborda este assunto de uma maneira interessante: como é que o ato de começar foi o suficiente para que ele transformasse $100 em alguns milhões. Rose explica que foi o ato de começar dele, desde quando ele começou a se interessar pela primeira vez pela educação financeira; e desde então aquele primeiro passo se tornou o ponto de partida para que ele pudesse começar a jornada financeira.

Como é que apenas começar ajuda tanto no desenvolvimento de novos projetos e habilidades? Evitando que uma coisa chamada analysis paralysis aconteça.

Continuar lendo “A importância de começar”
Jump by doran Erickson

Ode ao fazer

O que você fez hoje?

E isso te trouxe até onde?

Planejar não leva a nenhum lugar se o planejamento não se torna ações concretas.

Não há resultado sem você fazer alguma coisa.

Lembra da definição da insanidade?

Insanidade é fazer a mesma coisa repetidamente e esperar resultados diferentes.

Como você começa a fazer alguma coisa diferente? Mudando.

Como você muda? Fazendo alguma coisa diferente.

Alguma coisa pequenininha, qualquer que seja. Mas faça.

Do whatever. Anything.

Bem que a Nike dizia com seu lema do Just do it

Nada vai mudar no mundo a não ser você mesmo.

Quando você disse que ia fazer aquilo “daqui a umas semanas,” foi há umas semanas atrás.

E aí?

Se você não fizer nada, como pode esperar – ou até mesmo demandar! – que alguma coisa mude na sua vida?

Eu não consigo isso… eu não consigo aquilo…

Mas peraí, você já tentou? Pelo menos tentou tentar? Como pode dizer isso então?

Faça.

Faça, porque só desta forma você irá ter algum resultado, qualquer que seja ele.

Faça, porque só fazendo que você descobre se dá pra fazer ou não. Se é bom nisso ou não.

Então pare de só ficar falando e faça.

O que é você estava fazendo agora mesmo?


Mais uma prosa do Pinguim Investidor