podcast do pinguim

Podcast do Pinguim – Esferas de Controle Financeiro

Na vida, há vezes que temos que nos contentar com o fato que nunca teremos controle completo sobre a maioria das coisas que acontecem conosco e ao nosso redor. Como bons estóicos, porém, aprendemos a lidar com isso montando a Dicotomia do controle, onde dividimos as coisas naquilo que podemos controlar e aquilo que não podemos – e nos preocupamos apenas com o primeiro grupo.

Financeiramente falando, o mesmo “dilema” pode vir a aparecer. Há várias condições e movimentos do mercado sobre os quais nós pequenos investidores não possuímos nenhum controle sobre a causa, mas podemos escolher como reagir e planejar nossos próximos passos sobre eles. E novamente, dividindo em esferas de controle e aplicando uma estratégia, podemos sanamente lidar com eles e até utilizá-los para a nossa vantagem. Veja neste episódio como isso é possível.

Continuar lendo “Podcast do Pinguim – Esferas de Controle Financeiro”

O que o voo do balão nos ensina sobre os investimentos?

O primeiro voo da humanidade sem dúvida foi num balão. Relativamente simples, poucos requerimentos de engenharia e construção, e bastando alguns dias de trabalho para arrumar, o balão de ar quente encantou cientistas e aventureiros igualmente, e levou a imaginação de escritores da época em vários livros de ficção científica. Alguns disputam a aplicabilidade da palavra “voo” para descrevê-lo, visto que não meios de controle num balão, e simplesmente torna-se o ar dentro dele menos denso que o de fora para subir, ou o contrário para descer.

Independente da definição formal sobre o que o voo significa no âmbito aviação, existem poucos mecanismos que são tão análogos ao processo de investir como o voo do balão. Num balão, o único controle que existe é o de ascenção e descenção, estando qualquer outro movimento à mercê da direção dos ventos da àrea de voo. O bom balonista precisa ser igualmente um bom geógrafo para saber da direção dos ventos locais para traçar uma rota de voo certeira, caso contrário arriscando perder-se ou ser levado para longe sem forma de retorno.

Igualmente, nos investimentos temos controles muito limitados e indiretos sobre o que podemos fazer quanto ao mercado e, ainda assim, grandes investidores experientes conseguem trazer retornos extraordinários. De quais outras formas o voo do balão explica os investimentos? Vejamos a seguir.

Continuar lendo “O que o voo do balão nos ensina sobre os investimentos?”
podcast do pinguim

Podcast do Pinguim – Como o controle emocional lhe traz maiores retornos

No começo dos anos 70, pesquisadores da universidade de Stanford realizaram um experimento bem peculiar. Colocaram várias crianças individualmente numa sala fechada na companhia de um solitário marshmallow num prato. A escolha dada à criança era: comer o marshmallow agora, ou esperar dez minutos para conseguir comer dois.

Na hora, o experimento apenas mediu o autocontrole das crianças, mas o maior resultado na verdade veio anos depois: os pesquisadores descobriram que as crianças que conseguiram esperar o segundo marshmallow foram muito mais bem sucedidas na vida, entrando em melhores faculdades, pegandos empregos melhores, etc.

O que esse experimento nos mostra é o poder que o autocontrole racional possui na nossa habilidade de produzir e obter sucesso. E isto se aplica diretamente nos investimentos – aqueles que controlam seu medo e ganância são recompensados com retornos muito melhores ao longo do tempo. Tanto segurar em tempos de queda quanto não comprar em tempos de alta são habilidades racionais valiosíssimas, e tornam os investidores de sucesso exceções na curva.

Veja como isso acontece neste episódio.

Continuar lendo “Podcast do Pinguim – Como o controle emocional lhe traz maiores retornos”