A armadilha da classe média

Sonho de muitos cidadãos no país, durante muito tempo a classe média foi e continua sendo vista como um padrão ideal de vida equilibrando prosperidade e humildade. Com um pouco de educação financeira aplicada, porém, conseguimos descobrir que ela não passa de uma armadilha bem disfarçada que impede que você enriqueça e se torne próspero de verdade.

Ter a classe média como um objetivo e fazer as coisas que são consideradas de classe média hoje simplesmente irá impedir que você acumule seu patrimônio e enriqueça – e deixe de alcançar a verdadeira prosperidade e riqueza que é mais do que seu direito. Graças à propaganda alheia, porém, esta verdade se encontra casualmente disfarçada, tornando ser classe média (e não enriquecer) um padrão aceitável.

Veja mais sobre por que isso acontece neste vídeo.

Continuar lendo “A armadilha da classe média”

O açougueiro e a nutricionista

Imagine que você está procurando conselhos de uma dieta para perder peso e viver uma vida mais saudável. A sua cidade é um pouco pequena e não há muitos profissionais que podem lhe aconselhar. Felizmente, você procura e encontra duas pessoas que poderão lhe ajudar: um açougueiro e uma nutricionista.

Você se senta com a nutricionista e explica a sua situação, seus objetivos e motivação. Ela lhe recomenda uma dieta balanceada de verduras, legumes, carnes e cereais na proporção correta, mas implementá-la corretamente irá lhe custar um pouco caro. Buscando uma segunda opinião, você se encontra com o açougueiro e pergunta sua recomendação. Ele responde: “carne.” Na semana seguinte, você consulta com os dois novamente. A nutricionista revisa o seu quadro e atualiza o cardápio adequadamente. O açougueiro novamente recomenda: “carne.”

Se esta história soa meio previsível para você, por que vemos esta mesma situação se repetindo diariamente no âmbito financeiro? Pessoas buscando orientações financeiras de corretoras comissionadas, assinando recomendações pagas em vídeos de youtubers populares com seus patrocinadores no fundo, enquanto que um sistema de comissionamento cada vez mais toma conta do mundo digital.

É crucial analisar onde os interesses estão por trás de cada recomendação e decisão na vida, especialmente quando é o seu dinheiro que está envolvido. Esta foi uma lição que, felizmente, aprendi cedo na minha vida financeira, e assim pude me orientar melhor financeiramente. Vejamos mais detalhes neste post.

Continuar lendo “O açougueiro e a nutricionista”