A Selic caiu novamente – como ficam os investimentos?

Na semana passada, o COPOM se reuniu novamente e reduziu a taxa Selic para (outra) nova mínima histórica – 2.25% ao ano.

Como sempre, decisões como esta causam um alvoroço na comunidade de investimentos, tanto por parte dos antigos rentistas (investidores da renda fixa) que lamentam pelos dias da alta Selic e o 1% ao mês garantido do passado, e por quem investe em renda variável também (seria hora de aportar mais? Matar o caixa em CDB ou tesouro?)

No caso de uma taxa baixíssima assim, também há o medo de perder dinheiro por conta da inflação próxima, senão maior, que a rentabilidade da Selic. Estaria o seu dinheiro em risco aplicado no Tesouro Direto agora? Veja mais neste vídeo.

Continuar lendo “A Selic caiu novamente – como ficam os investimentos?”

Qual é a diferença entre a Estratégia e Tática?

Mais uma da série “palavras a princípio sinônimas, mas com implicações diferentes.” Embora tanto estratégia e tática relacionam ao planejamento e execução de qualquer projeto, as duas atingem facetas diferentes do planejamento como um todo.

Ao pensarmos estrategicamente, buscamos um alvo ao longo prazo, visando efeitos duradouros e com impacto perene, mesmo que demore mais tempo. No planejamento tático, priorizamos o que podemos realizar de imediato e no curto prazo, com foco em resultados tangíveis e agilidade.

A verdade é que nenhum planejamento está completo se desconsiderar qualquer uma destas partes, e o seu planejamento financeiro não é exceção.

Veja neste vídeo como incorporá-las corretamente para um futuro financeiro próspero.

Continuar lendo “Qual é a diferença entre a Estratégia e Tática?”

Por que eu gosto tanto de Fundos Imobiliários nos meus investimentos?

Se você investigar meus posts sobre fechamento do mês, verá que eu tenho uma grande parte dos meus investimentos atrelados aos Fundos Imobiliários. Não é por menos. Eles incorporam bem a minha filosofia do Cash Cow, providenciam proventos regularmente, são menos voláteis do que ações e alguns fundos possuem um risco bem mais espalhado.

Se você gosta destas características num investimento, pode descobrir que os FIIs são uma ótima adição para uma carteira de renda variável focada em renda passiva. Infelizmente, nem tudo são rosas, e os FIIs também possuem suas desvantagens em comparação a outros investimentos similares ou complementares.

Veja neste vídeo algumas razões pela qual investir nestes ativos são interessantes ao longo prazo.

Continuar lendo “Por que eu gosto tanto de Fundos Imobiliários nos meus investimentos?”

Como chegar ao TOP 5 de qualquer coisa?

Todos queremos alcançar o topo de alguma coisa na vida. Ser um dos melhores em alguma coisa é um requerimento fixo para qualquer forma de sucesso. Pertencer à média não lhe pagará o sucesso devido. Porém, a maioria das pessoas se desencoraja e prefere não seguir este caminho justamente por conta do trabalho necessário para atingir este desejado patamar.

A verdade, porém, é que atingir o sucesso não precisa ser uma coisa extremamente trabalhosa. Isso é porque o sucesso largamente depende da sua percepção e do grau de engajamento da sua competição. É difícil, por exemplo, se tornar o melhor jogador de futebol do mundo por conta da enorme competição, engajadíssima para tomar esta posição. Porém, obter sucesso em algum outro âmbito pessoal ou menos procurado pode ser surpreendentemente simples. A regra que existe aqui é simples: para atingir o TOP 5%, você precisa fazer mais que os outros 95%.

O segredo? Escolher qual o âmbito do TOP 5% que você deseja se tornar. TOP 5% de horas de TV assistidas? TOP 5% em horas de sono? TOP 5% de procrastinação? Ao tomar atitudes pequenas mas poderosas (como hábitos), você irá se afastar destes âmbitos danificantes, e se aproximará de outros mais construtivos. Que tal TOP 5% de salário economizado? TOP 5% de maiores aportes mensais? De horas exercitadas durante a semana? É na prática dos objetivos certos que você consegue atingir a excelência.

Veja neste episódio como você pode escolher e tornar o jogo ganhável para o seu lado.

Continuar lendo “Como chegar ao TOP 5 de qualquer coisa?”

De quem você obtém seus conselhos financeiros?

Quando começamos a investir, é normal termos muitas dúvidas e perguntas sobre ao assunto. Para aprender mais, utilizamos do mesmo método de sempre: perguntar aos mais experientes. Porém, ao nos consultarmos, especialmente para um serviço gratuito, temos que nos atentar quanto à possibilidade daquela pessoa estar com segundas intenções por trás da aparente vontade de te ajudar. E quando se trata de auxílio financeiro, quase sempre o gerente do seu banco possui outros interesses além dos seus. Tal como influencers e outras “estrelas” das finanças.

Por que esta tendência existe? Pela mesma razão pela qual você não iria pedir a um açougueiro conselhos de dieta.

Veja a explicação em detalhes neste vídeo.

Continuar lendo “De quem você obtém seus conselhos financeiros?”

Qual é a diferença entre investir e poupar?

Embora muitas vezes utilizados como sinônimos, Investir e Economizar são ações diferentes com propósitos e abordagens diferentes. E, ao contrário da hype que exista no YouTube sobre como “poupar é coisa do passado, você deve investir,” ambos são igualmente necessárias para atingir uma situação financeira tranquila e próspera.

Alguns fatores como horizonte de tempo, objetivo financeiro e dinâmica de aplicação e liquidez são necessárias para decidir quando e como realizar cada um dos dois, e nestes pontos, os dois são quase opostos polares. Por isso, confundir investimento com poupança pode ser perigoso para a sua situação financeira, especialmente quando se trata de alguns imprevistos onde você pode precisar acessar o dinheiro investido mais cedo do que planejado.

Conheça as diferenças cruciais entre o investimento e a poupança neste vídeo.

Continuar lendo “Qual é a diferença entre investir e poupar?”

O poder da Gratificação Atrasada para a sua vida financeira

Quando se trata de desenvolvimento pessoal e financeiro, temos algumas “super armas” que nos auxiliam para alcançarmos nossos objetivos. Uma das mais poderosas no seu arsenal é a gratificação atrasada.

De forma simples, através dela você aprende a recusar uma gratificação imediata em busca de uma recompensa maior a longo prazo. Alternativamente, é a forma de trocar uma gratificação danificante a curto prazo pelo bem maior a longo prazo.

Se você não está contente com a sua forma física atual, você poderia comer um chocolate e amenizar a dor temporariamente, sem benefícios ao longo prazo. Ou você poderia começar a se exercitar e, com o tempo, ver a sua forma melhorar.

A gratificação atrasada é poderosíssima quando utilizada como gatilho financeiro pois tem sinergia com os objetivos de longo prazo necessários para as finanças e investimentos. Utilizada da forma correta, ela pode se tornar uma grande aliada. Veja neste vídeo como.

Continuar lendo “O poder da Gratificação Atrasada para a sua vida financeira”

O medo de perder te impede de ganhar

Uma das lições mais importantes e duradouras que aprendi no desenvolvimento pessoal foi quanto à utilidade dos nossos erros e perdas. A vida é feita de erros, e você simplesmente não tem controle sobre isso.

Resta, então, a sua decisão entre encará-los como portas fechadas e fim do caminho, ou como oportunidades para aprender, se reinventar e tentar melhor novamente. O que é possível aprender com os seus erros? Quais são os problemas que surgem de uma vida onde o medo da dor do erro é maior que a vontade de suceder?

Veja neste vídeo como uma visão limitante dos nossos erros diários podem ser o fim da sua oportunidade para crescer.

Continuar lendo “O medo de perder te impede de ganhar”

O primeiro passo para você se tornar realmente rico

Tornar-se rico é uma tarefa tão mental quanto prática, e muito esforço é necessário para quebrar crenças negativas quanto ao dinheiro, e implantar a idéia da riqueza na sua mente.

Porém, não importa quanto preparo mental você tenha, não é possível alcançar o estado de riqueza final sem colocar na prática um hábito crucial na sua rotina: pagar-se primeiro.

Pagar-se primeiro significa você receber e investir os frutos do seu trabalho e esforço antes de qualquer outra prioridade, seja ela as suas contas, serviços, bens ou lazeres. Se você não fizer este tipo de priorização, não irá enriquecer, pois estará tratando a sua riqueza sempre como secundária a alguma outra coisa.

Veja como você coloca este conceito fundamental para a riqueza neste vídeo.

Continuar lendo “O primeiro passo para você se tornar realmente rico”

Adaptação Hedônica: a razão pela qual você desmerece a sua vida

Já sentiu aquele “cheirinho de carro novo?” Ele se desfaz depois de alguns meses de uso. Seu computador que antes era o top de linha hoje parece um grande inútil. Seu restaurante favorito se torna batido quando você almoça lá muitas vezes. Por que o ser humano é tão difícil de saciar?

A resposta está na nossa tendência natural de adaptação hedônica. Ela é a nossa tendência natural a se acostumar às mudanças com o tempo, e com isso, desejar mais também.

Ao passo que a adaptação hedônica foi crucial em nossa evolução (nos dá resistência e resiliência para viver a vida), se não a mantermos em cheque, ela pode arruinar nossa felicidade a longo prazo. Por isso, é necessário saber buscar felicidade de outras formas. O estoicismo, por exemplo, procura combater nossa adaptação hedônica através da racionalidade e procura interna da felicidade.

Neste vídeo, mostro como você pode aplicar estes conceitos também na sua vida, e impedir que a adaptação hedônica acabe com a sua vida financeira.

Continuar lendo “Adaptação Hedônica: a razão pela qual você desmerece a sua vida”