Qual o custo que o seu orgulho tem nas suas finanças?

Quando se trata de dinheiro, invariavelmente pensamos sobre questões de poder e liberdade pessoal que o dinheiro pode vir a trazer. Não há nada de errado com sonhar – de fato, é o que nos leva cada vez mais longe durante o nosso planejamento.

Quando o nosso próprio orgulho se envolve no processo, porém, temos que tomar uma camada de cuidado a mais. Isto é porque as emoções oriundas do orgulho podem acabar tomando o controle das nossas próprias decisões financeiras, acabando com o planejamento e racionalidade por trás dele.

Neste vídeo, mostro um exemplo de uma leitora que, por vontade de morar fora da casa dos pais, arriscaria viver a vida numa corda bamba de 250 reais ao mês. Será que o orgulho dela justifica realmente os custos?

Continuar lendo “Qual o custo que o seu orgulho tem nas suas finanças?”
podcast do pinguim

Podcast do Pinguim – É possível enriquecer apenas com a poupança?

Quando se trata de enriquecer, temos sempre que pensar no triângulo de acumulação patrimonial, que indica os três pilares que impulsionam nossas finanças para frente: renda, economia e investimentos.

Cada um deles é mais relevante às nossas finanças dependendo da nossa situação atual; nos primeiros estágios, quando estamos com pouco capital acumulado, dependemos largamente da nossa renda total e nossa capacidade de economizar para enriquecer, com os investimentos tendo uma influência relativamente menor.

Com isso, aparece a seguinte pergunta: é possível enriquecer e atingir a independência financeira somente utilizando o poder do aporte (renda menos economia) e a poupança? A verdade é surpreendentemente sim, embora esta seja uma das formas menos eficientes que existem.

Veja como isto é possível neste episódio.

Continuar lendo “Podcast do Pinguim – É possível enriquecer apenas com a poupança?”

Como começar a usar o Linux plantou a semente do meu sucesso

Em 2010, estava voltando da faculdade para o meu quarto quando notei que meu computador estava agindo de forma estranha. A tela estava acizentada e nada que eu fizesse conseguia tirá-lo daquele estado. Tentei utilizar a solução prática e resetá-lo, mas ele nunca mais acordou. Tive que levá-lo ao suporte técnico do campus, e, como resultado, ficaria sem um computador por alguns dias.

Ficaria, pois eis que surge o meu amigo que cursava ciências da computação e me fez uma oferta que me transformou a vida.

Não tem problema, Pinguim, se você quiser, eu empresto o meu laptop secundário pra você. Mas ele roda Linux. Pode ser?

Escolhi o Linux mais por receio de não ter um computador por alguns dias, mas não pude deixar de pensar: não é aquela coisa de nerds e hackers de computador? Será que vou conseguir usar? Algumas semanas depois, o Linux se tornou o meu sistema operacional primário, e com ele, um valor importantíssimo se instalou na minha vida.

Na hora, não havia percebido isso como pertinente, mas hoje, olhando para trás, posso ver como foi importante realizar esta decisão na minha vida. E ao passo que várias melhorias – inclusive financeiras – surgiram em questão de começar a utilizar o Linux, marco um bom hábito em especial como a origem de tudo: o mindset do autodidata.

Continuar lendo “Como começar a usar o Linux plantou a semente do meu sucesso”

Fechamento Abril 2020 – Será que o #FicaEmCasa funcionou?

Virou Maio de 2020 e fico me perguntando se mudou alguma coisa de fato. Foi um mês inteiro de isolamento que parece até que o tempo meio que parou do lado de fora. Nasce o sol, põe-se o sol. Todo dia mesmo que com um home office paliativo, tem um ar de férias misturado com desemprego na atmosfera, e a vontade de procrastinar crescendo.

Em meio a tanta incerteza e uma realidade bem diferente, porém, a situação melhorou para o meu lado: meus investimentos se recuperaram quase que 100%, e tive a oportunidade para “recarregar as baterias” do trabalho, e investir bastante no meu próprio conhecimento.

Vamos ver como me saí finaceiramente.

Continuar lendo “Fechamento Abril 2020 – Será que o #FicaEmCasa funcionou?”

O medo de perder te impede de ganhar

Uma das lições mais importantes e duradouras que aprendi no desenvolvimento pessoal foi quanto à utilidade dos nossos erros e perdas. A vida é feita de erros, e você simplesmente não tem controle sobre isso.

Resta, então, a sua decisão entre encará-los como portas fechadas e fim do caminho, ou como oportunidades para aprender, se reinventar e tentar melhor novamente. O que é possível aprender com os seus erros? Quais são os problemas que surgem de uma vida onde o medo da dor do erro é maior que a vontade de suceder?

Veja neste vídeo como uma visão limitante dos nossos erros diários podem ser o fim da sua oportunidade para crescer.

Continuar lendo “O medo de perder te impede de ganhar”
podcast do pinguim

Podcast do Pinguim – Bancos: um mal necessário

Quando começamos a nos aprofundar na educação financeira, tendemos a descobrir que o banco e o nosso gerente de conta “roubaram” nossos rendimentos por muito tempo, e deixamos isso passar por pura ignorância da situação total.

A partir deste ponto, descobrimos outras soluções e mecanismos de investimento, como o Tesouro Direto, que não envolvem os bancos tradicionais. Com isso, alguns concluem que os bancos são inimigos financeiros e devem ser evitados ao máximo nas nossas finanças.

A verdade é que, como quase tudo na vida, os bancos são ferramentas com uso certo dependendo do caso. Se você souber como utilizá-los e quando, eles podem se tornar uma ferramenta crucial no seu arsenal financeiro. Confira como neste episódio.

Continuar lendo “Podcast do Pinguim – Bancos: um mal necessário”

Qual é o melhor investimento que você pode fazer hoje?

Estou começando agora, qual é o melhor investimento que posso fazer?
Tenho X anos. Qual é o melhor produto que posso investir?
Qual é o melhor investimento para XYZ?

Perguntas como estas frequentemente aparecem nos fóruns de iniciantes nos investimentos e são sintomas de que a verdadeira natureza dos investimentos não é compreendida. Não culpo as pessoas que as fazem; quando iniciei na minha própria educação financeira também queria saber quais eram os investimentos mágicos que me trariam riqueza da forma mais eficiente possível. O que estas perguntas transparecem, porém, é uma incompreensão sobre como cada classe de investimento consegue ajudar cada um em seu estágio de desenvolvimento financeiro.

Como uma metáfora, um copo d’água pode ter valores e utilidades diferentes dependendo para quem ele é oferecido. Uma pessoa num bar bebendo com os amigos pode zombá-lo e rejeitá-lo como inútil num ambiente onde há tantas outras bebidas mais saborosas e interessantes para serem consumidas. Para uma pessoa naufragada ou perdida num deserto há alguns dias, porém, este mesmo copo d’água se torna extremamente atraente e útil. Na sua vida financeira, a mesma coisa acontece, e diferentes classes de investimentos lhe servirão benefícios variados dependendo da sua situação e evolução financeira.

Como consequência, existem coisas diferentes que podemos considerar como investimentos, com retornos diretos e indiretos variados sobre o seu tempo e dinheiro investidos. Vamos explorar mais sobre como cada um deles se encaixa melhor em cada estágio da sua evolução financeira neste post.

Continuar lendo “Qual é o melhor investimento que você pode fazer hoje?”