Motivação é a nova droga do desenvolvimento pessoal

Este artigo marca 100 posts publicados aqui no Pinguim Investidor!

Obrigado a todos que me acompanham por aqui, e que me inspiram a criar novo conteúdo todo dia! Os seus comentários e feedback são muito importantes para que eu continue a desenvolver o melhor conteúdo sobre Investimentos e Finanças pessoais na Finansfera. Que venham mais outros 100 posts aqui no Pinguim Investidor!


Você abre o seu celular de manhã para o café, e lá está na sua Timeline uma imagem falando sobre como você deve “dominar o seu dia,” “dar 110% de si,” “crush the competition,” e tal. Abre o YouTube e lá está o vídeo auto-entitulado de conteúdo motivacional, de como se sentir melhor, de como dominar e sair por cima do dia. Você assiste e supercarrega suas baterias, se enchendo de gás e espírito para completar qualquer tarefa.

Mas aí você chega no trabalho, passa o dia fazendo a mesma coisa que fez no dia anterior, se comporta da mesma forma que nas outras vezes, e essencialmente volta para casa no mesmo estado que antes, independente daquela bomba de conteúdo que recebeu dez horas atrás.

O que aconteceu aqui? O que aconteceu com toda aquele espírito para sair e mudar o mundo algumas horas atrás? Simples: foi esquecido em meio à toda a rotina pré-estabelecida que você está condicionado a fazer.

Muito do conteúdo que compartilho no Twitter é de caráter motivacional. Procuro vídeos, imagens, frases e outro conteúdo de qualidade de pessoas das áreas de investimentos e desenvolvimento pessoal. Igualmente, embora meu foco seja informativo e de aprendizado, alguns dos posts deste blog podem ser considerados motivacionais também, especialmente quando menciono objetivos e formas de se manter focado para alcançá-los. Eu entendo muito bem o valor que o conteúdo motivacional possui na nossa vida.

Embora ele seja importante para conseguir alcançar seus objetivos, friso que apenas a motivação em si não é a solução por conta das rotinas e valores pré-estabelecidos que possuímos no nosso dia-a-dia. Não importa o quão alto alguém grite na sua orelha sobre como você precisa dar 110% do seu dia: se você não prosseguir com a ação necessária, a motivação sozinha é inútil.

Infelizmente, hoje em dia as pessoas se contentam apenas com a parte de se motivar. Percebendo essa tendência, muitos criadores de conteúdo capitalizaram em cima, criando coletâneas e coletâneas de vários palestrantes em vídeos com muita motivação, mas pouco conteúdo. A motivação se tornou, essencialmente, a nova droga do desenvolvimento pessoal.

Como você pode utilizar a motivação ajudar o seu desenvolvimento pessoal, e prosseguir com ele mesmo quando não está motivado?

Onde a motivação triunfa, e quando ela falha

Quando começamos qualquer projeto ou tarefa, precisamos de metas, instruções, esforço e motivação, cada uma em sua dosagem específica.

Os objetivos e metas definem o que estamos, finalmente, tentando realizar. Podem ser reais e definidos como uma certa quantia de patrimônio total ou umas certas viagens a alguns lugares, mais subjetivos como alcançar a independência financeira, ou até mesmo completamente abstratos como estar feliz ao lado dos relacionamentos importantes ou, no caso do estoicismo, viver racionalmente.

Sem estes objetivos não temos um horizonte para nos guiar e, mais importante, um meio de averiguar se estamos no caminho certo ou não. Sem objetivos, ficamos à deriva metaforicamente, e nossos esforços são em vão.

Instruções nos fornecem os meios para o qual alcançamos nossas metas estabelecidas anteriormente. É através de instruções como a educação, treinamento prático e mentoramento que podemos adquirir conhecimento para alcançar os objetivos por nós mesmos, sem ajuda externa.

As instruções, infelizmente, independente de quão poderosas, são apenas habilitadoras, e necessitam de ação para continuar. Nenhum projeto se desenrola sem que uma quantidade proporcional de esforço siga em seguida. A pessoa orientada, com experiência e determinação, dá o passo inicial para que toda a execução do projeto siga em frente. É aqui que entra em cena a motivação, que, como um combustível nesta máquina complexa, garante que o esforço está sendo dedicado em massa para atingir o objetivo que guia o maquinário todo.

O ponto principal que muitos parecem esquecer é que a motivação deve sempre complementar e alimentar e é o esforço feito que leva o trabalho a ser completado. Quem apenas se alimentar da motivação poderá se inspirar à vontade, mas só aquele que conseguir essencialmente manter esta inspiração alimentando o esforço irá alcançar com proficiência tal objetivo.

Infelizmente, é um grande desafio conseguir se manter motivado durante um longo período de um projeto, e as vezes nem mesmo uma dose de conteúdo motivacional pode restaurar a gana para dar 110% numa determinada tarefa. O que você faz neste caso?

Disciplina: a arma secreta infalível do desenvolvimento

A verdade é que as pessoas altamente eficientes não dependem apenas da motivação para conseguir executar e entregar valor. Tal como uma máquina, a produtividade deve seguir em ambos os casos com ou sem motivação, onde o objetivo e as instruções são os guias necessários. Então, quando falta a motivação para continuar o projeto, o que você deve fazer para continuar entregando?

Opere com disciplina.

Gostando ou não, a motivação é um sentimento que pode nos acabar a qualquer momento, tal como a inspiração na hora de escrever. Você não deve depender de um sentimento finito e volátil, o que significa que você deve ter uma carta na manga para quando este falhar. Esta carta é a disciplina.

Há várias definições de disciplina que podem ser usadas, mas para esta situação defino-a como a aplicação da racionalidade como uma forma de prevenir e impedir que sentimentos e outras condições psicológicas afetem a execução de alguma tarefa.

Com disciplina, não há espaço para a desmotivação ou preguiça: você tem um conjunto de tarefas pré-acordado, e a obrigação de fazê-lo. Disciplina é você acordar às 5 da manhã e ir se exercitar independente do cansaço ou se estiver frio ou chovendo; afinal, você tem um objetivo a ser cumprido.

Disciplina é reservar e honrar todos os dias um espaço de 15 a 30 minutos para aprender uma nova língua, ou praticar uma nova habilidade. Disciplina é manter a rotina mesmo que fique tarde ou se as condições para executar se tornem menos que ótimas.

O requerimento básico por trás da disciplina é a aplicação da racionalidade quebrando e sobrepondo os sentimentos de letargia e outros impecílios. Aplicar a disciplina provavelmente tomará um grande esforço no começo, mas se tornará mais comum depois quando se torna um hábito, e parte crucial da sua rotina.

Sistemas para quando a motivação e disciplina falham

Para levar a disciplina ainda mais adiante, pode-se fazer uso de alguns sistemas de execução para garantir que esta será seguida e os objetivos procurados.

Sistematização aqui é definido como um grupo de gatilhos e reações escolhidos conscientemente para que nos levem o mais próximo possível de um objetivo final. Ao escolher gatilhos precisos em nossa rotina e hábitos, podemos quebrar hábitos viciosos e nos forçar a seguir um caminho mais produtivo.

Como um exemplo, considere uma rotina pós-trabalho de um trabalhador comum: ele chega em casa, assiste TV durante meia hora, vê a geladeira vazia e pede a janta tarde via aplicativo, não tendo tempo para preparar a comida propriamente, vê o celular durante uma hora e vai dormir às 11h da noite. Alguns dos gatilhos nessa rotina de benefício duvidoso são: chegar em casa, olhar a geladeira e olhar o celular. Nosso trabalhador de exemplo poderia injetar alguns gatilhos e reações extras nesta rotina e mudá-la significantemente.

Por exemplo, poderia ao chegar em casa vestir uma roupa de ginástica. Este novo gatilho induziria-o a imediatamente sair e correr durante 30 minutos. Ao ver a geladeira vazia, se lembraria que precisa ir fazer as compras, ao invés de novamente pedir por aplicativo. Ao olhar o celular depois da janta, poderia ver nele lembretes das coisas que precisa praticar, estudar, ou elaborar, evitando assim perder tempo com redes sociais e outros desvios de atenção, e dormindo na hora correta.

Esta é uma aplicação prática da disciplina sistematizada. Não há espaço para desculpas, se propriamente implementada. A disciplina, especialmente como um sistema ou rotina, se torna um pacto de Ulysses poderosíssimo para a sua performance.


Quais técnicas você usa para se motivar e manter motivado no dia-a-dia? Quando você não possui motivação, o que você faz para continuar performando constantemente?

Depois de 100 posts publicados, é hora de saber a sua opinião numa pesquisa rápida aqui no site: qual tipo de conteúdo você gosta mais daqui? Quais tipos de post gostaria de ver publicados mais vezes aqui? Dê sua opinião nos comentários abaixo para que eu consiga trazer mais qualidade de conteúdo para o seu feed.

Abraços e seguimos em frente!

Pinguim Investidor – 100 posts!

6 comentários sobre “Motivação é a nova droga do desenvolvimento pessoal

  1. kspov

    “O requerimento básico por trás da disciplina é a aplicação da racionalidade quebrando e sobrepondo os sentimentos de letargia e outros impecílios”

    Esse é o comentário de um estoico dos tempos modermos “aplicação da racionalidade”

    ótimo texto

    abs e bons investimentos

    Curtido por 1 pessoa

  2. marcos celio carvalho defina

    Entre a leitura e visualização de vários livros, artigos e videos de autojuda e motivação e a disciplina é necessário haver um objetivo ou um projeto nem que seja minimamente empolgante mas com algum diferencial positivo para a vida da pessoa. É nesse ponto que toda motivação continua insossa pois meu pai já dizia: antes existisse só a teoria na vida porque ela parece sedutora e infalível quando não colocada em prática.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Pingback: Automatizando as partes boas: quais os benefícios de um piloto automático financeiro? – Pinguim Investidor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s