Comentário do Pinguim #4 – Investimentos Indiretos, riscos e Desterceirização

Como devo investir meus primeiros mil reais?
Qual é a melhor forma de começar a investir?
Qual é o melhor produto pra se investir quando se tem pouco dinheiro?

Estas são algumas das perguntas clássicas de quem começa a investir, e refletem uma insegurança que todos nós temos ou já tivemos como iniciantes nas finanças pessoais. Atire a primeira pedra quem nunca fez essa pergunta para algum mentor ou procurou no Google ou algum fórum da internet sobre o assunto.

O grande problema por trás deste tipo de pergunta é que ela esconde um outro problema que a pessoa não quer tratar no momento, mas que é fundamental para ela começar e continuar a ter prosperidade financeira na vida: ela não entende os fundamentos de como funcionam os investimentos. Esta falta de educação financeira é a maior razão pela qual tantos iniciantes desistem depois de da euforia inicial de investir, pois o investimento não foi com a expectativa que tinham de enriquecer rapidamente.

Recentemente assisti alguns vídeos do YouTuber Jeff Rose, sobre quem escrevi anteriormente num outro post sobre motivação, onde ele reverbera a minha opinião sobre estas perguntas de quem inicia: no começo, o melhor investimento que você pode fazer é em você mesmo, na forma de conhecimento. Estes investimentos, chamados de Income Accelerators por Rose, são investimentos não-tradicionais que oferecem a você a oportunidade de aprender a ganhar mais dinheiro por você mesmo e desterceirizando o processo.

Medir o retorno destes investimentos é complicado, pois não há o conceito de ROE tradicional, mas eles podem ser os primeiros passos que um investidor pode tomar para iniciar uma carreira com o pé direito. Vamos ver como eles funcionam.

Income Accelerators: como investir em você mesmo

Em quase todos os seus vídeos, Rose usa um approach diferente de outros YouTubers de finanças que eu admiro: ele empodera a audiência dando dicas e conselhos que o indivíduo pode começar a usar e melhorar sem a necessidade de um fator externo, como o mercado ou uma empresa. Desta forma, Rose emprega o espírito estóico: tomar controle da situação através das facetas que estão sob o seu controle direto.

Neste vídeo, Rose fala sobre alguns investimentos incomuns que podem acelerar o seu enriquecimento, que ele apelida de Income Accelerators (IA). Para ele, o retorno dos IAs no início da carreira é maior do que investindo em outros ativos de mercado porque eles focam no pilar mais importante do triângulo de acumulação patrimonial: a receita. Rose entende a necessidade de estabelecer um bom cash flow e criar boas reservas de emergência antes que se possa começar a tomar risco e investir.

Os IAs mencionados no vídeo consistem principalmente no aprendizado, e há um bom motivo por trás disso: é apenas aprendendo que podemos ganhar novas idéias e conceitos que podemos aplicar no nosso atual ou num novo trabalho, aumentar nossos horizontes, e acumular experiência para levar adiante e aumentar as chances de conseguirmos receitas maiores, ou achar novas fontes de renda.

Rose explica também como o relacionamento humano, seja na forma de mentores ou como grupos de foco, é crucial no processo de aprendizado. Esta é uma parte onde infelizmente ainda não tenho muita interação, pois no lugar onde vivo e convivo não existe muito interesse no âmbito de finanças pessoais. Felizmente, a Finansfera consegue ocupar uma boa parte desta lacuna que falta, mas a parte de mentores seria interessante revisitar.

Investimentos não-convencionais e desterceirização

Num outro vídeo, Rose mostra alguns outros investimentos menos conhecidos que, segundo ele, conseguiram render mais do que o famoso Index Fund passivo emitido pela Vanguard nos EUA, que em princípio é o “remédio” mais prescrevido para o pequeno investidor iniciante Americano, e com razão.

Nada contra o verdadeiro fundo de índice original (ao contrário dos vários ETFs que temos no Brasil que nada fazem exceto seguir algum índice), mas se algo não-convencional pode ter um retorno maior e ainda “desterceirizar” o processo me trazendo controle, é ganho dobrado para mim. Este fator de desterceirização é importante aqui: embora nem todos as indicações de Rose caem nesta categoria, a maioria promove desenvolvimento das suas habilidades profissionais para que você consiga fazer por você mesmo.

Por um exemplo, Rose menciona que seu próprio site funcionou como um veículo de investimento, lhe trazendo ótimos retornos por um investimento inicial de aproximadamente $800. A verdade é que tudo o que este site fez foi materializar um trabalho que ele já fazia forte por trás, e apenas aperfeiçoou ou deu outra oportunidade para que ele pudesse promovê-lo. Ele não colocou este dinheiro numa empresa ou contratado que pudesse realizar este trabalho por ele: ele tirou a terceirização e assumiu todo o risco envolvido.

Esta ótica do risco é importante aqui: quase todos estes IAs se baseam no fato que você irá absorver um risco maior por aprender e fazer as coisas por você mesmo. A desterceirização vive o espírito estóico, específicamente a dicotomia do controle: divida a situação em esferas onde você possui controle ou não, e importe-se apenas com a parte que você consegue controlar. Desterceirizar-se é diferente de investir numa empresa ou grupo; você arca com todo o risco, mas também volta a ter o retorno total possível para você mesmo.

Cuidado para não caçar rentabilidade

Enquanto é importante, sim, se expor ao risco de maneira controlada e saudável, deve-se tomar cuidado para não procurar e caçar cegamente investimentos com melhores rentabilidades ignorando a sua tolerância para risco.

Embora Rose tente quebrar o paradigma Americano de investir no Index Fund da Vanguard, isso não faz do Index Fund, ou outros investimentos com menos risco e retorno, inúteis ou menos desejáveis. Por exemplo, um investimento em criptomoedas que ele explica, mesmo com seus retornos impressionantes vem com um risco atrelado grande, e não oferece proventos como outros investimentos tradicionais como fundos imobiliários e ações.

Lembre-se que a acumulação patrimonial finalmente depende de três fatores principais – receita, economia e investimento – igualmente. Apenas focar no investimento vai prejudicar o crescimento do patrimônio total. É importante reforçar aqui que o investimento não te deixa rico, ele apenas te mantém rico; a sua receita é o veículo principal para acumular o patrimônio.


Quais são os investimentos “informais” que você usa em paralelo aos seus investimentos tradicionais? Você foca em educação, renda, ou alguma outra área? Comentem aí.

Abraços e seguimos em frente!

Pinguim Investidor

Anúncios

6 comentários sobre “Comentário do Pinguim #4 – Investimentos Indiretos, riscos e Desterceirização

    1. Opa Marcelo!

      É isso aí cara. Comigo eu também passo todo tempo “parado” com o Kindle lendo também. Não uso o aplicativo mas gosto muito de como a bateria dura bastante e nunca me acabou no meio.

      Bem lembrado dos Podcasts, preciso gravar mais!

      Abraços e seguimos em frente!

      Curtir

  1. Eu busco fazer aportes constantes, muita leitura, visualização de vídeos, etc. Uso meu próprio patrimônio para estagiar as experiências de investimentos que vou aprendendo. Não curto ficar na simulação, direto para ação…se ver que o caminho está ficando meio estranho, vou lá e corrijo sem dó.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, Semeador!

      É isso mesmo, aprendizado formal ou não sempre conta para o nosso desenvolvimento, e não podemos esquecer o papel que a experiência nos traz mesmo. Outro dia mesmo vendi uma posição minha em FII que andou de lado por uns 6 meses e reconheci que era um investimento de baixa qualidade.

      Abraços e seguimos em frente!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: A importância de começar – Pinguim Investidor

  3. Pingback: Estudo de caso #2: presentes de grego financeiros – Pinguim Investidor

Deixe uma resposta para Semeador Financeiro Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s