Maior que Zero

Se você quer uma lição matemática, mas não manja muito de exatas, aqui está uma bem simples e muito poderosa para você levar no seu dia: qualquer número positivo é infinitamente maior do que zero. Ou, de forma ainda mais simplificada, 0.01 > 0.

O que isso significa? Na busca do sucesso, o que conta no final é o esforço, e este esforço conta em todos os níveis – grandes e pequenos. Muitos falam sobre “dar o sangue,” trabalhar o máximo, virar noites para entregar e muito mais na hora de atingir um objetivo, mas esquecem-se que também conta o tanto quanto fazer uso daqueles 10-15 minutos que sobram quando você quando volta do almoço, ou a meia hora que têm em casa antes do café da manhã e se trocar, ou o tempo que passam no transporte público indo e vindo do trabalho.

Há muitas oportunidades para se conseguir arranjar tempo e esforço para realizar alguma tarefa ou atingir objetivo, se a motivação por trás existir. O verdadeiro esforço existe neste contexto: aproveitar os momentos disponíveis para sair do zero. É a frase que uso para me motivar: No more zero days!

Matemática aplicada para grandes resultados

Parte da razão pela qual ficamos frustrados se dá pela nossa reação a uma expectativa não-cumprida. Muitas vezes vemos oportunidades para nos dedicar de longe, seja um bloco de tempo sem reuniões ou compromissos para poder trabalhar, mas por alguma razão ou outra acabamos não aproveitando o tanto que poderíamos. Para quem não está treinado no estoicismo, este pequeno desvio de planos pode se tornar uma decepção enorme.

Ao invés desta reação destrutiva, é importante aplicarmos o racional estóico e percebermos que nós podemos fazer uso das várias janelas de tempo que nos estão disponíveis ao longo do dia. Por exemplo, se conseguirmos nos dedicar apenas uma janela de 15 minutos durante a manhã, noite e no intervalo do expediente em um dia para alguma tarefa, quanto tempo “ganharemos” ao longo da semana?

15min * 3 vezes ao dia * 5 dias = 225min ou 3 horas e 45 minutos por semana.

Ao longo do tempo, este gap de tempo vai se abrindo cada vez mais, e cada vez mais você passa mais tempo investido no seu objetivo. Não há juros compostos aqui, infelizmente, mas a partir de um esforço regular de apenas 15 minutos, é possível ver como o retorno de produtividade é enorme.

Imagine tal quantidade crua de horas e minutos aplicados num objetivo como desenvolver uma nova habilidade, se exercitar, aprender sobre investimentos ou simplesmente recomeçar a conversa com aquelas pessoas com quem você não fala já há meses. O investimento inicial para isso é simples.

Qualidade sobre quantidade

Muitos gabam sobre o volume atingido por seus feitos diariamente. Trabalhei doze horas a semana passada inteira! Estou com mais de cinquenta horas extras no banco. Mas, seguindo o mindset do Maior que Zero, é mais importante honrar a qualidade sobre o tempo investido. Mais valem os 15 minutos de foco completo e 100% de motivação do que horas de trabalho ambíguo, com pouca visão e com distrações abundantes ao seu redor.

Também aprendi que este mindset de qualidade sobre quantidade me permite conseguir mentalmente me saciar quanto ao equilibrio dos horários de trabalho, família, lazer e produtividade. Fisicamente, não é possível alocar proporções iguais para todas as categorias já que o trabalho consome mais de um quarto de todo o seu tempo da semana. Como poderíamos balancear o tempo desta forma? Colocando mais qualidade para os slots de horas mais escassos.

Esta é uma prática que inicialmente demanda concentração e disciplina, mas no fim o payout é o melhor que existe. Comecei a praticar esta alocação recentemente, acordando um pouco mais cedo para conseguir retomar algumas horas “perdidas” da manhã para meus projetos pessoais.

Se 30 minutos fossem todo o tempo que você tivesse para passar com a sua pessoa mais querida, você ficaria olhando o seu celular? Este pensamento é a estratégia de alocar tempo com qualidade.

Aplicação prática: aprendendizado de línguas

Um dos melhores exemplos deste conceito do “maior que zero” é o aprendizado de línguas.

Muitos, por falta de motivação, disciplina, ou melhor conhecimento, apostam em escolas e cursos de línguas como a forma de aprender um novo idioma. Assim, consideram a rotina de estudar duas vezes por semana por cinco anos como o padrão “normal” de como se estuda línguas, mesmo que demore muito e no final não se tenha quase nada de experiência com os aspectos práticos como conversação. O importante é ter aprendido a gramática! eles pensam.

Eis que entra uma figura bem impressionante em campo: o poliglota Irlandês Benny Lewis. Lewis se tornou famoso por pregar um método de aprendizado linguístico onde foca-se em aspectos-chave da comunicação humana para reduzir o tempo necessário de aprendizado de alguns anos para apenas três meses. O nome do seu livro e site já fala tudo: Fluent in 3 Months. Como todo bom skin in the game, Lewis é fluente em mais de oito línguas, tendo aprendido a sua primeira língua estrangeira aos 21 anos de idade.

Benny Lewis (fonte: YouTube)

A metodologia linguística de Lewis se baseia também no quality time descrito anteriormente. Segundo Lewis, o fator #1 que determina sucesso linguístico é a sua exposição à língua. Lewis concluiu que a melhor forma de aumentar tal exposição sem ir ao país de origem é estudar um pouco todos os dias, ao invés de muito e com pouca frequência. Como exemplo, ele explica como começou a aprender Italiano trabalhando em hotéis, e estudando 10-15 minutos durante os intervalos do seu turno.

Novamente, a matemática ataca: 15min * 2 intervalos * 5 dias * 4 semanas = _10 horas mensais_. Em comparação, um curso de Inglês mediano no brasil oferece: 1h * 2 dias * 4 semanas = _8 horas mensais_. Além disso, estudando regularmente a mente se mantém “aquecida” mais frequentemente e gasta menos tempo tendo que relembrar tudo o que estudou da última vez.

Há muito mais por trás da metodologia de Lewis do que o apresentado aqui, mas este conceito comum central é importante. Para mais detalhes, recomendo a leitura do seu livro Fluent in 3 Months para todos que queiram invoar seu aprendizado de línguas. Por enquanto, fecho a seção com uma citação do livro:

Don’t think about the months or years you have to spend learning your new language. Think about the minutes you regularly spend immersed in it.

Benny Lewis, Fluent in 3 Months

Conclusão

A unidade de esforço bem direcionado e agregando valor é uma arma de aperfeiçoamento em massa. Se você conseguir dominar esta habilidade, vai conseguir produzir e se desenvolver a partir de recursos de tempo que a princípio não existiam na sua agenda.

E não se esqueça: no fim das contas, o que conta é o esforço direcionado ao seu objetivo. Qualquer esforço maior que zero que te propulsione para frente vale a pena. Se você quer desenvolver alguma habilidade da sua vida, o seu objetivo sempre deve ser: No more zero days!


E você, como trata seus pequenos blocos de tempo ociosos? Consegue arranjá-los de forma produtiva? Qual é a estratégia que você usa?

Abraços e seguimos em frente!

Pinguim Investidor

Anúncios

6 comentários sobre “Maior que Zero

  1. Alexandre Vianna

    “Lewis concluiu que a melhor forma de aumentar tal exposição sem ir ao país de origem é estudar um pouco todos os dias, ao invés de muito e com pouca frequência. ”
    Faz todo sentido, devagar e sempre…
    Uó!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, Uó!

      Obrigado pelo comentário, cara. Eu acho sensacional também esse mindset, pra tudo. A gente não pode pensar que não dá tempo, ou que não vai ser suficiente o esforço; se ficarmos nesse patamar, nunca vamos evoluir.

      Abraços e seguimos em frente!

      Curtir

  2. Pingback: Podosfera de finanças! – Vida Rica

  3. Pingback: Como parar de beber transformou minha vida – Pinguim Investidor

  4. Pingback: A importância de estar consciente – Pinguim Investidor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s