O sucesso do Arnold Schwarzenegger explicado numa única entrevista

Eu não assisto TV e minha exposição às mídias sociais são limitadas a assuntos relacionados ao meu site e diheiro em geral. Quando eu entro no YouTube, é apenas para ver vídeos motivacionais ou aprender coisas novas em epreendimento ou investimentos. Estes são os hábitos que me diferem da média e me tornam rico, mesmo que apenas em mente. Desta forma, quando a Sra. Pinguim me chamou para assistir uma entrevista no The Noite com o Arnold Schwarzenegger, eu não dei muito valor à primeira vista.

Se este post existe agora, é porque eu fui convencido do contrário. Os vinte minutos de entrevista foram mais do que suficiente para me fazer entender por que o Arnold foi bem-sucedido na vida, e até hoje se mantém ativo e promovendo os seus empreendimentos embora os seus 71 anos de idade. Se pudéssemos sumarizar as lições de sua história em uma palavra, seria dedicação.

Certamente o Arnold aprendeu o significado da dedicação nos seus anos de juventude no fisioculturismo; a dedicação é crucial para o sucesso neste esporte como qualquer adepto e praticante irá lhe falar. Mas pra ele, a dedicação vai muito além de apenas ter ganhado o Mr Olympia múltiplas vezes nos anos 70; ele usou a dedicação aprendida para construir um verdadeiro império a partir de sua imagem, sua marca pessoal, que estendeu-se no filme, empreendedorismo, uma carreira política nos EUA e eventos de fisiculturismo que levam o seu nome até hoje.

A dedicação paga dividendos

Arnold conta na entrevista que a dedicação foi um fator crucial para que pudesse ter sucesso desde cedo, ainda quando era um fisioculturista amador e servia o exército da Áustria aos seus 17 anos de idade. Sua dedicação era tanta que alguns diriam ser até meio doentias; Arnold chegou a “fugir” do quartel e pegar um ônibus até uma cidade vizinha somente pra participar de um evento de fisioculturismo, o que lhe rendeu um tempo na prisão militar na volta.

Arnold não desistiu ou não se desmotivou. Ele utilizou os seus tempos “punidos” na cozinha, por exemplo, para conseguir comida extra e se nutrir mais para seus treinos. Esta dedicação incondicional é comendável: quantos de nós teríamos tanta garra e vontade para nos dedicar à nossa arte, o aperfeiçoamento do nosso trabalho, arriscando até mesmo uma punição?

Tal dedicação extraordinária lhe trouxe resultados extraordinários: no seu primeiro ano profissional, Arnold conseguiu o segundo lugar, e ganhou do favorito a Mr Olympia logo no seu segundo ano, e muitos outros anos seguidos. Mas a sua dedicação não parou por aí. Arnold começou a expandir em frentes diferentes de eventos, e começou a tentar inclusive na atuação do cinema.

The mind is the limit. As long as the mind can envision the fact that you can do something, you can do it, as long as you really believe 100 percent.

Arnold Schwarzenegger

A marca Arnold Schwarzenegger

Nesse ponto da entrevista, uma fala do Arnold chama atenção: ele menciona que quando conversou com algumas pessoas sobre a possibilidade dele conseguir ir pro cinema internacional em Hollywood, ninguém acreditou que ele teria alguma possibilidade em suceder.

Especificamente, Arnold conta que possuía um sotaque esquisito pra falar Inglês, um sobrenome difícil de escrever e pronunciar, e fisicamente era muito diferente dos atores mais cogitados da época. A história, porém, provou que nada disso ultimamente foi um impecílio para a sua carreira.

Porém, note que isso não significa que o Arnold superou as suas dificuldades embora a dedicação; podemos ver que até hoje seu sotaque alemão continua forte. Ao invés disso, ele conseguiu utilizar tais “dificuldades” para a sua vantagem, tornando-as finalmente parte da figura dele. Esta jogada foi crucial, porque a partir daí, ele começou a se firmar como não mais um fisiculturista, ou nem mesmo um ator de filmes de ação, mas sim como a marca pessoal dele. Consegue ver o impacto desta mudança?

Vamos explicar de outra forma. Quando você se introduz para alguém novo, você se identifica como? Geralmente é através de alguma coisa que você faz, ou a sua posição relativa à outra pessoa. Eu sou o amigo de faculdade deste nosso amigo em comum. Eu sou o responsável pelo departamento X da empresa Y. Eu sou um cara legal que pode te contar piadas engraçadas e fazer boa companhia se você topar sair comigo. Etc. O Arnold não precisa explicar nada disso; ele é o Arnold Schwarzenegger. O nome dele já é suficiente pra ser conhecido.

Este poder da marca pessoal, em seguida, foi importante para os outros empreendimentos dele.

Arnold além da TV: empreendedor com vasto portfólio e experiência

Se você pensa que o lado empreendedor do Arnold fora do cinema e do fisiculturismo foi somente pela força da sua imagem, pense de novo. Desde 1968 ele já operava um negócio próprio vendendo equipamentos de ginástica sob a marca Arnold Strong, e tentou se aventurar numa empresa de concreto na Califórnia para alimentar o mercado imobiliário lá crescente na época.

Arnold também operou grandes quantidades de restaurantes da rede Planet Hollywood, alugou um Boeing 747 para a Singapore Airlines, e na sua eleição para governador da Califórnia em 2003 possuia mais de 100 empresas listadas sob seu nome.

Mas sem dúvida a maior presença dele é no Arnold Sports Festival, uma série de eventos de fisiculturismo que acontecem anualmente e ao redor do mundo inclusive no Brasil, onde de acordo com a entrevista, acontece o segundo maior evento do Arnold do mundo. E a parte mais impressionante é que ele faz questão de pessoalmente fazer a abertura de todas as edições do evento, ele realmente faz juz à imagem dele até hoje.

Como ele arranja tempo e energia para fazer tudo isso? A resposta novamente pra mim aqui é a boa e velha dedicação dele, aprendida desde seus tempos na academia. Essa dedicação foi o que levou ele a frente mesmo nos ciclos baixos da vida e, junto com a vasta experiência adquirida, forjou um empreendedor de sucesso.

Lição crucial: você nunca realiza nada realmente sozinho

Por fim, uma das partes mais memoráveis da entrevista é quando o Arnold fala da importância de ter as pessoas para alcançar os seus objetivos.

Quando o Danilo Gentili pergunta se ele tinha alguma dificuldade no fisiculturismo por ser um esporte a princípio solitário, o Arnold responde que na verdade é exatamente o contrário; o praticante ainda conta com a ajuda de várias outras pessoas como nutricionistas, treinadores, a equipe que mantém a academia e os organizadores dos eventos. Em outras palavras, Arnold continua, você nunca realiza nada realmente sozinho; o próprio show do Danilo Gentili é um exemplo disso, com a produção, câmeras e até mesmo a platéia que asssiste e providencia ibope ao show.

Quando ele falou isso, eu percebi finalmente por que ele é um cara de sucesso. O Arnold não só é um cara determinado, que persiste em alcançar seus objetivos embora poucos talentos ou um empreendedor com experiência que promove a sua marca – ele é uma pessoa que sabe determinar e combinar o esforço das outras pessoas envolvidas para alcançar os seus objetivos junto com elas. Não é apenas você empreender e usar as pessoas como “peças da máquina.” É você realmente perceber o quanto elas são importantes para você e combinar este potencial para promover ambas as partes.

Foi nessa hora que eu percebi o quanto o cara realmente é, por falta de uma palavra melhor, foda. Toda a filosofia interior dele mostrada nesta entrevista indica que o cara construiu pra ele mesmo um mindset de sucesso, começando lá nos valores internos dele. Isso sim é um exemplo para todos que buscam o sucesso.


E você, que lições de sucesso tira da vida do Arnold que podem reproduzir na sua? Tem algum outro fato interessante da vida dele que você conhece e te inspira?

Abraços e seguimos em frente!

4 comentários sobre “O sucesso do Arnold Schwarzenegger explicado numa única entrevista

  1. Simplicidade e Harmonia

    Pinguim Investidor

    Gostei do seu post, muito inspirador. Depois vou ver também a entrevista no YouTube.

    “…ele conseguiu utilizar tais “dificuldades” para a sua vantagem, tornando-as finalmente parte da figura dele.”
    Interessante esse trecho. Mostra muita determinação, foco e superação.

    Boa semana,

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, S&H!

      É verdade, quando você ouve ele falar é muito inspirador mesmo, parece que a própria voz dele já é carregada de motivação.

      O mais revelador pra mim não foi a disciplina e foco que ele tem, mas sim o que ele conseguiu enxergar de longe no halterofilismo, e transformou isso na marca dele mesmo. Ele vai ser sempre lembrado como o Arnold.

      Abraços e seguimos em frente!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Acho que a principal diferença entre esses monstros e os normais são os fatores Foco e Relacionamento. Eu adotei esse esquema de não ver tv e isso mudou minha vida, me dedico muito mais a livros. E tenho buscado muito livro relacionado sobre esses assuntos, por mais que vocÊ treine esses fatores parece que eles tem uma parada que vem de dentro. São imparáveis, chega a ser bizarro. Aí depois você pega e lÊ algo que tomou um tombinho e já desiste de tudo..
    Abraço

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá DivDali,

      É verdade, o foco dos bem-sucedidos é realmente impressionante. É como você falou: você tem que treinar o sucesso como se fosse jogar futebol ou uma outra habilidade na cozinha: só ver vídeo motivacional e prosseguir mediocremente não decola.

      Não deixe a magnitude da tarefa te desencorajar. Faça dela o seu objetivo e dê o primeiro passo!

      Abraços e seguimos em frente!

      Curtir

Deixe uma resposta para Simplicidade e Harmonia Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s