Comentário do Pinguim: InfoMoney – 7 sinais de que você nunca será rico

Este post completa 50 posts no Pinguim Investidor! Fiquem ligados para outros 50 em breve!


Olá, Finansfera! Esta semana um leitor me enviou um artigo do InfoMoney sobre alguns hábitos financeiros ruins que impedem as pessoas de alcançar a independência financeira.

InfoMoney – 7 sinais de que você nunca será rico

O artigo é rápidamente digerido é recheado de insights interessantes, alguns que se alinham com a filosofia do Pinguim, outros soam esquisito aos meus ouvidos frugais.

Vamos ver como este artigo do InfoMoney se alinha com a filosofia do Pinguim.

1- Não saber quanto vale sua hora

Concordo completamente. Este conceito reverbera com uma imagem que compartilhei há umas semanas no Twitter que fala de alguns hábitos das pessoas ricas vs as pessoas pobres. Um dos hábitos afirma claramente: “os ricos estão dispostos a promover a si mesmos.”

Se você não sabe, ou não tem certeza do valor do seu tempo, estará a mercê de uma outra pessoa que tem planos já predefinidos sobre o quanto que irá lhe remunerar.

E, claro, nós já sabemos que as maneiras mais simples de enriquecer não envolve alguém precificando o seu tempo.

2 – Ficar em dúvida de quando pagar à vista ou parcelado

Não vejo nem por que ter dúvida aqui, mas se ainda existe gente que não pescou a mensagem, vou explicar de uma forma simples: se você não consegue comprar à vista, você não consegue comprar.

Se pensar que pode parcelar, juros ou não, já está com o mindset errado: você quer alguma coisa que não pode comprar, e está tentando inventar uma desculpa para fingir que consegue. Errou duas vezes.

E é esse mesmo erro que prende pessoas em financiamentos de casa, carro, e a faturinha indesejada do cartão de crédito que por algum motivo nunca pára de vir todo mês.

3 – Ter dinheiro apenas para pagar contas fixas – e não sobrar dinheiro para investir

Quem faz isso comete um erro grave. O conceito básico por trás do aporte do Pinguim é justamente este: pagar-se primeiro o montante a ser investido, e fazer o mês passar com o que sobra.

Quem não faz esta alocação para investimentos em antemão arrisca não ter dinheiro no fim do mês, ou, pior, cair na tentação de “torrar” o montante que sobra.

E como, exatamente sabemos o quanto têmos gastado todo mês, ou o quanto temos para investir no final? Anotando os nossos gastos diariamente.

4 – Não guardar dinheiro

Guardar dinheiro é uma das habilidades cruciais para o enriquecimento, e um dos pilares do triângulo de acumulação patrimonial. Embora muitos coloquem suas energias aprendendo e executando investimentos de qualidade, a verdade é que se este pilar não estiver bem-instalado, o indivíduo poderá ter ocorrências frequentes de estar “no limite” do dinheiro disponível.

Economizar também é a única forma de ser criar uma reserva financeira de emergência, que é o passo que precede os investimentos em si.

5 – Não ter “teto” de gastos

A InfoMoney sugere separar gastos fixos e variáveis no seu orçamento, e separar apenas 20% como aporte para investimentos. Porém, eu acho esse número extremamente baixo, e pouco ambicioso.

Para se ter uma idéia, com um aporte mensal de 20%, leva-se 4 meses para se juntar uma reserva de emergência equivalente a somente 1 mês de vida. Você está, essencialmente, trabalhando 4 meses para sobreviver 1.

Por outro lado, se o aporte passa para 40%, esta proporção cai para 1.5 meses trabalhados para 1 mês de vida. Com 50% você teoricamente não precisaria trabalhar o mês seguinte. E acima disso, passa a essencialmente comprar suas próprias férias e aposentadoria precoce, especialmente se passar a investir o montante.

Será que não vale a pena fazer este esforço a mais?*

6 – Achar que falar sobre investimentos é só para especialistas

Robert Kiyosaki já dizia isso bem: ninguém vai cuidar do seu dinheiro melhor do que você mesmo.

7 – Permanecer com o mesmo hábito financeiro durante anos

Lembro de uma fala do filme Rocky VI onde Paulie, amigo do Rocky de anos, menciona que “If you stay too much in one place, you become that place.”

Não é diferente no mundo atual, incluindo os investimentos. Você precisa compreender e entender as mudanças que vêm, e estar pronto para se adaptar à elas quando necessário.

Lembrando que isso é diferente do pânico da sardinhada quando acontece alguma coisa grande na bolsa a curto prazo. Você deve usar o racional para domar as emoções, e assim não tomar decisões desprevinidas.

Destaque especial da matéria

Gostei muito deste trecho da matéria (minha ênfase):

[…] uma matéria específica do campo matemático não é ensinada nas escolas, ou não aprofundada como deveria ser, mas é muito ativa na vida de todas as pessoas: a Educação Financeira.

Quando falamos da Educação Financeira, o jeito que ela é ensinada é completamente oposta a como se deveria aprender. Não podemos nos planejar ou prevenir desastres financeiros com a educação atual; é justamente na pior fase, quando mais precisamos dela, que somos pressionados a aprender.

Imagina se tivéssemos como prevenir tais desastres através de um aprendizado na educação formal infanto-juvenil? Se fosse assim, talvez nem precisaríamos do Pinguim Investidor por aqui, hehe.


E aí, Finansfera, o que vocês acharam da matéria? Vocês possuem ou possuíam alguns dos hábitos descritos aqui? Escrevam isso nos comentários!

Abraços e seguimos em frente!


* Este raciocínio é explicado em grandes detalhes, inclusive com derivação matemática, no livro Early retirement extreme de Jacob Fisker.

Um comentário sobre “Comentário do Pinguim: InfoMoney – 7 sinais de que você nunca será rico

  1. Pingback: A melhor coisa que o dinheiro pode comprar: F-you Money – Pinguim Investidor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s