Quando o cara ensina a ganhar R$195 mil e ninguém o leva a sério

Um dos primeiros canais que comecei a assistir no YouTube assim que comecei na minha educação financeira foi o Primo Rico do Thiago Nigro. Isso era bem no comecinho, antes de perceber que a chave para ficar rico não era investir, e sim ganhar mais dinheiro. Também tinha o Bastter, Rafael Seabra, etc que eu assistia durante o meu tempo livre, almoço, etc.

Depois de um tempo, parei de assistir muitos vídeos sobre finanças e comecei a focar mais nas leituras, então parei de acompanhar os vídeos com tanta frequência. Recentemente, porém, estava vendo o canal do Primo Rico de novo e me deparei com um com um título bem desafiador, quase que clickbait: Como Juntar R$ 195 mil em 4 anos – Eu consegui, e fiz um passo-a-passo

A mensagem dele olhando hoje é quase batida já: aumente sua renda trabalhando mais, use o seu tempo disponível no fim de semana ou de noite, persista na meta, nunca será fácil, etc. Então o que mais me chamou a atenção deste vídeo não foi o conteúdo, mas sim a reação do público.

Poderíamos esperar que, pra um vídeo onde o cara acabou de explicar na lata e sem mistérios como ganhar dinheiro, a reação da platéia seria positiva e cheia de gratidão, certo? Pelo contrário, a maioria xingando o vídeo ou dizendo que não era realista o cenário.

Como é que uma pessoa te ensina a ganhar dinheiro e não é levado a sério?

Enriquecer não tem varinha de condão

O Primo deixa bem claro no começo que fácil não é a palavra certa pra descrever o processo. Por ser descrito como processo mesmo, fica claro que não é uma coisa que simplesmente acontece da noite pro dia.

Parece que o pessoal não entendeu esta parte. Por exemplo:

Como vc conseguiu levantar 2k no Outback estudando em tempo integral na facul de seg à sex e ainda trabalhando 2 noites por semana nas festas como barman?

Resposta: dedicação. Deveria ser óbvio que, para que o dinheiro apareça na sua vida, é necessário um esforço da sua parte. Mas a manada não compreende isso: eles criticam o vídeo, dizendo que “não é realista” fazer um esforço a mais para ganhar dinheiro extra, e querem uma pílula mágica do enriquecimento ou varinha de condão pra se tornar rico.

Ta bom agora vc pode sair do mundo da lua e voltar pra realidade, vc trabalha 1 ano direto noite e dia no ano seguinte vc morre e naõ gasta o dinheiro q ganho no ano anterior, qr ficar rico abre uma igreja , vende droga , rouba banco ou entra pro pt.

Ah sim… porque roubar um banco ou virar político é a única forma de ficar rico de forma segura e honesta. E não há nada de “realidade” em no processo de trabalhar, poupar e investir, não é?

"Morava com meus pais, então guardava a grana". PAREI AÍ. Assim é fácil juntar dinheiro, e pra quem não tem família pra bancar e tem que pagar as contas sozinho? Tem vídeo de como economizar assim também?

Faz a mesma coisa, ué. Um casal tem o potencial do dobro do esforço de alguém morando sozinho, especialmente se puderem começar um negócio próprio de casa. Filhos adolescentes podem explorar maneiras de ganhar dinheiro online usando o YouTube ou outras redes sociais, ou aprender alguma habilidade como edição de vídeos ou webdesign que lhes tragam dinheiro no futuro. O que importa se você é sozinho ou não?

Só fala em investir, investir, investir. Fala no quer investir CARALHOOOOOO Quero saber no que vc investiu, pra mim investir tbm

Quantas vezes vamos ter que repetir que não é o investimento que te enriquece, e sim a sua renda? Além do mais, o cara deu uma sardinhada extra aqui ao querer usar o viés de confirmação para investir da maneira certa.

Enfim, são inúmeros comentários ingênuos, desinformados ou até mesmo completamente sem noção.

Foca reclamando dizendo:

Eu não consigo trabalhar mais ou estudar! Não tenho tempo suficiente na minha vida nem pra fazer as minhas coisas. Esse método aí é impossível! Só mesmo burguezinho filho de papai conseguiria assim!
Não seja esse cara!

A lição a ser aprendida

Felizmente, outros comentários de gente mais educada (no sentido de educação financeira) conseguiram restaurar um pouquinho de fé na humanidade. Quais lições bacanas podemos tirar do Primo?

Dedicação e paciência – estes foram os conceitos-chave que o Primo menciona nos seus vídeos para enriquecer. E é a mais pura verdade. A sugestão dos vídeos é importante, o aprendizado constante também, pois senão não é possível evoluir. E nós sabemos que fazer é a melhor forma de aprender. E o Iron Man ainda ganha um ponto extra do Pinguim por saber que reclamar não vai te levar a lugar nenhum.

Comentário apoiando o Primo rico. Conteúdo:

As pessoas falam pra mim você tem dinheiro porque tem sorte, me dá tanta raiva. Vio vou falar uma coisa pra vocês ,quando eu tinha 15 anos eu via todos os outros adolescentes só reclamando, daí eu resolvi deixar eles falarem sozinhos e começei a trabalhar muito, em quanto os outros adolescentes só reclamavam e me criticavam, falavam que eu era pao duro, eu trabalhava. Hoje em dia eles me dão razão. Então permita que eu DE um Conselho pra voçes. Não liguem tanto pra oque o seus "amigos" falam, e separem seus amigos de verdade e os amigos da onça. Tá ok

Esse aí entende a dor que é ser julgado por ser do FIRE ou querer fazer o “a mais” para suceder na vida. Poucos são aqueles que enxergam que o retorno, mesmo que aparentemente pequeno, aumentado com a repetição, persistência e inteligência é o que faz a diferença entre ser rico ou ser pobre.

Infelizmente, exceto por algumas raras exceções, as pessoas ao seu redor fazem parte da média, da massa. Não por causa de classe social ou outras condições, mas simplesmente porque eles praticam os hábitos da média. E é impossível enriquecer fazendo o que a média faz.

Imagem explicando: O problema do pobre é ganhar 1mil e gastar 2 mil. É morar de aluguel numa casa sem garagem, comprar um carro velho, financiado em 48x, pagar estacionamento e seguro. É ter iphone e pacote de internet de 200,00. É querer ir pra baladinha todo fim de semana. Os anos vão passando, o dinheiro vai indo pro ralo, quando caem em si da merda feita entram no YouTube e acham que vão ver vídeo aula de como ficar rico da noite pro dia. O mal do pobre é querer ser mais do que é pra impressionar os que estão ao seu redor.

Este comentário sumariza o problema todo. Você acha que quer enriquecer, mas na verdade, não quer. Como eu sei disso? Porque você coloca o seu hedonismo à frente dos seus objetivos. Você não quer trocar o pequeno prazer de hoje pela liberdade amanhã.

Conclusão

Não importa a decisão que você tomar, terá que fazer o trabalho, o “sacrifício” para conseguir alcançar o objetivo. Seja isso para enriquecer, emagrecer, se relacionar com alguém, superar algum obstáculo. Se o seu mindset não está alinhado com estes objetivos, você não irá alcançá-los. O Primo explica isso no vídeo, mas muitos acham mais fácil criticar e reclamar do que parar pra pensar e refletir ou tentar mudar os hábitos.

Por fim, segue este último comentário que achei espetacular e inspirador. Serve de exemplo para qualquer um na finansfera e fora dela; a pessoa se inspira e decide mudar. Ela sabe que vai precisar pagar o preço na forma de esforço, mas mesmo assim não se deixa se abalar. Muito pelo contrário; se inspira mais ainda.

Comentário apoiando o Primo Rico:

Eu assisto seus vídeos quase que diariamente,
Achei interessante sua determinação, estou na mesma pegada..
Estou acordando as 5:30 pra começar a trabalhar como motorista de aplicativos, as 8 eu começo meu trabalho de carteira assinada, depois vou pra faculdade e tudo isso usando destino direcionado para não gastar com gasolina.
Aos finais de semana trabalho como motorista também, e um ponto interessante que casou com o seu vídeo sobre garçom.
Eu havia trabalhado uma vez de garçom e odiei, e semana passada me chamaram de novo, pensei, por que não? dessa vez fui com outra cabeça, cabeça de aprender de ter uma experiência que pode render dinheiro extra futuramente e adorei..
Percebi que perdia muito tempo em redes sociais, e que esse tempo eu podia estar fazendo dinheiro.
Hoje tenho uma meta que é sair da casa dos meus pais em 500 dias e estou correndo atrás disso, espero não extrapolar meu prazo rs.
Tamo junto!

Que tal se inspirarem como esta pessoa hoje mesmo também?

Abraços e seguimos em frente!

Anúncios

17 comentários sobre “Quando o cara ensina a ganhar R$195 mil e ninguém o leva a sério

  1. Ótimo post! Eu também comecei basicamente através dos mesmos canais que você seguia. Com o tempo, procurei alguns livros para embasar melhor o conhecimento, mas não deixei de acompanhar os vídeos. No caso do Primo, eu deixei de seguir porque acho que ele, com o tempo, passou a ser meio boçal, demonstrar inclinações políticas (acho que deve ser imparcial, mas é opinião pessoal) e abrir demais as suas decisões pessoais de investimento, que são arrojadas demais e acabam sendo um desserviço para os iniciantes. Eu prefiro os vídeos mais antigos dele.

    Abraços.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá EP.

      Foi mais ou menos assim comigo também a história. Mas é meio engraçado que parece que é assim com qualquer YouTuber; Bastter enjoou rápido, garyvee fica batendo nas mesmas teclas toda hora também…

      Pelo menos eu acho que podemos colocar uma pequena dose de cinismo pra filtrar as mensagens com segundas intenções (patrocinadas) e pegar mesmo as dicas que valem o ouro que trazem. Mas mesmo assim requer um pouco de treino.

      Quando leio sinto que o efeito é parecido, mas menor.

      Abraços e seguimos em frente!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Isso aí. Acho que depois de tanto tempo acompanhando esses YouTubers e tendo um pouco de conhecimento teórico, a gente consegue fazer um bom filtro e descartar um tanto de repetição que eles acabam falando, além dos vídeos patrocinados com mensagens subliminares nas mensagens. Eu ainda sigo muitos, mas já estou sem saco pra muitos porque acaba sendo mais do mesmo. Os poucos por quem tenho bastante apreço são Daniel Nigri do Dica de Hoje e Fábio do Canal do Holder (esses eu admiro mesmo).

        Curtir

  2. Oi Pinguim. Verdade, o que eu mais ouço são pessoas falando “ah, se eu fizesse isso que você faz eu também conseguiria juntar dinheiro”… o que eu faço? Moro de aluguel, não tenho carro, trago marmita para o trabalho, minhas filhas estudam na creche municipal, faço minhas unhas em casa, minha mãe corta o cabelo das minhas filhas, etc… enfim, para quem só sabe criticar, nunca vai entender que a palavra “se” não leva para lugar nenhum. Ao invés do “se”, deveria usar o “apesar”. Apesar de poder ir na manicure, decidi fazer as unhas em casa. Apesar de ter dinheiro para comprar carro, decidi ir de transporte público para economizar e por aí vai. Ótimo post!

    Curtido por 2 pessoas

    1. Olá Yuka!

      Grande idéia, troque o “se” pelo “apesar!” Ou até mesmo pelo “quando.” “Quando eu for rico, vou conseguir ter minha liberdade”

      E os seus exemplos são exatamente ao que me refiro quando falo que temos que fugir da média; não é o lugar ou a família pra quem você nasceu. Ser da média significa fazer o que a média faz, e pra conseguir superar na vida temos que parar a fazer tais coisas.

      Obrigado pelo insight!

      Abraços e seguimos em frente!

      Curtido por 1 pessoa

    1. Analogia poderosa, Marcelo!

      Lembrei também de uma frase do Rocky 6: “The longer you live somewhere, the more you become that place.” Se não formos nós mesmos para começar a mudar, ninguém mais vai fazer isso por nós.

      Abraços!

      Curtir

  3. Ótimo post, pinguim.
    Também assisti muitos desses youtubers que você citou.
    Hoje vejo bem menos… Uma hora fica repetitivo, mais do mesmo…
    Mas o Primo Rico tem levado bons convidados para o canal, e essas entrevistas são bem ricas.
    Um exemplo foi o Tallis Gomes ex- 99 Taxis, que falou sobre IPO de UBer, foi um vídeo bem bacana.
    Parabéns pelo blog.
    Um abraço, Stark.
    (Ah, parabéns por destacar um comentário do IRON MAN).. kkk

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, Stark!

      Obrigado cara! É, eu concordo, muitos youtubers, pescando por mais visualizações, botam títulos clickbait, repetem o mesmo conteúdo com um ar diferente… mas se você olhar além disso poderá receber lições importantes deles.

      Gosto muito de um cara chamado Jeff Rose, que dá dicas práticas e motivacionais pra enriquecer, e ele é bem humilde também.

      E sim, um post com participação do Iron Man não pode dar errado, não é mesmo? Hehe

      Abraços e seguimos em frente!

      Curtido por 1 pessoa

  4. O Escriba

    Pinguim, vou ser polêmico.

    Entendo quando você fala que ganhar mais é o melhor caminho para garantir a independência financeira. Eu tenho receio de apoiar isso porque você acaba desanimando quem tem empecilhos em ganhar mais. Por exemplo, se você é assalariado ou tem carreira definida e com promoções demoradas, para essas pessoas ganhar mais pode ser uma mudança muito grande para valer a pena começar. No entanto, essas mesmas pessoas poderiam começar a investir com o que já ganham. Não chegarão tão rápido à IF, mas terão ótimos frutos por iniciarem a jornada logo. Em 10, 20 anos, vai ter valido a pena.
    O ótimo pode ser inimigo do bom para pessoas que estão começando. Se a pessoa só economiza R$ 50 por mês, eu diria: “beleza, investe isso”. No fim do primeiro ano, ela teria um lucro patético olhando apenas para o investimento, mas uma coisa vai puxando a outra. Só de ver o extrato aumentando o saldo, é possível que ela se anime e corte gastos, busque um trocado em bicos nos fins de semana.
    Buscar progresso me parece mais importante que buscar o melhor caminho possível. A final de contas, estamos em constante evolução. Mesmo depois de anos com uma boa educação financeira, sempre conseguimos aprender e praticar coisas novas e melhorarmos nossa eficiência.

    Abraço e continue o bom trabalho.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, Escriba.

      Concordo com você; no caso da IF, a parte mais importante é simplesmente começar, e pode ser começar aportando R$100 que seja por mês. São estas tais pequenas melhorias que vão se adicionando e compondo para que, no longo prazo, o montante se torne uma força que não pára.

      Assim como o ótimo é inimigo do bom, o ponto que quis fazer é que o bom também é inimigo do medíocre. As pessoas querem atingir bons e ótimos resultados, mas não querem abrir mão do esforço medíocre atual. E as vezes, não precisa ser um esforço extraordinário também; basta usar as horas disponíveis fora do horário padrão.

      Vejo porque pode soar intimidador, mas não quero desencorajar ninguém com este post. Muito pelo contrário, com esse blog, busco mostrar a todos que investir está, sim, ao alcance de todos.

      Obrigado pelo insight!

      Abraços e seguimos em frente!

      Curtir

  5. Ótimo post!!!! Hoje mesmo vi uma matéria da InfoMoney sobre uma mulher que economizava 50% do salário e juntou uma bolada. Fui ler os comentários e que decepção! Praticamente todos inferindo que ela tinha alguém pra pagar as contas, que morava com os pais, que não tinha filhos, que não morava no Brasil, que com um salário mínimo é impossível guardar, que se ganhasse mais conseguiria guardar, etc., ou seja, desmerecendo o esforço dela e colocando entraves ao próprio desenvolvimento! Falta muita educação (inclusive financeira) pra esse pessoal e sobra inveja kkkk. Um abraço e bons investimentos!!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, mamãe!

      Realmente quando alguém obtém sucesso acontece que nem o Vida Rica falou: um efeito caranguejo. Quando um caranguejo tenta fugir do balde, todos os outros se juntam para puxá-lo de volta pra baixo!

      Nesse caso é pior ainda porque os caras preferem perder tempo JUSTIFICANDO a não-riqueza do que tentar aprender com o exemplo e melhorar de vida. Falta muita educação (em geral) mesmo, como você falou.

      Abraços e seguimos em frente!

      Curtido por 1 pessoa

  6. Pingback: O dinheiro é igualmente verde para todos – Pinguim Investidor

Deixe uma resposta para Marcelo M. Corghi - Vida Rica Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s